FIQUE LIGADO

BLOG

Notícia ruim na TV: crianças devem ou não assistir ao telejornal

Calesita / 27 de julho de 2020

 

A pandemia do coronavírus trouxe de volta à tona um assunto que tradicionalmente gera dúvidas entre os pais: como lidar com o noticiário da TV em relação às crianças. Uma notícia ruim, como a contagem diária de vítimas ou a história comovente de uma pessoa que morreu infectada pelo vírus; imagens de covas abertas ou macas espalhadas pelos corredores chocam a nós, os adultos, e podem fazer ainda mais mal à cabeça dos pequenos.  

Os especialistas alertam, contudo, que se é preciso proteger as crianças das imagens fortes do noticiário da TV, esconder o que se passa no mundo nunca é a melhor solução, ainda mais em  uma sociedade cada vez mais digitalizada e visual, com acesso amplo à informação e à tecnologia desde a primeira idade.

Assistir o telejornal ou desligar a TV?

Afastar as crianças da realidade pode trazer prejuízos a sua formação. Afinal, não se pode isolar nossos filhos permanentemente em uma bolha. Na escola, no parquinho do condomínio, fatalmente eles terão contato com aquela notícia ruim que você tentou evitar ao tirá-los da sala na hora do telejornal. Como também é uma ilusão achar que a livre e massiva exposição ao noticiário de uma tragédia vai ajudar para que eles amadureçam e aprendam, no futuro, a enfrentar os problemas com mais firmeza e assertividade. O segredo é buscar o equilíbrio entre os dois extremos.

Muito se tem repetido nesses tempos que a informação é a melhor prevenção. E isso é uma verdade, seja em que idade for. O que precisa ser considerada, contudo, é a forma como se faz toda essa informação chegar para os pequenos.  A notícia ruim da TV, uma enchente que arrastou carros e derrubou casas, um incêndio que destruiu um edifício, um acidente de avião ou um crime chocante pode gerar na criança traumas que vão se manifestar em medo, insegurança, ansiedade, tristeza e outros sentimentos negativos, hoje e no futuro. Por isso, o diálogo é sempre o melhor caminho, para que o noticiário seja absorvido de uma maneira segura.

Ajude seu filho a entender a má notícia

Algumas regras são essenciais na relação de pais e filhos com o noticiário de TV.  Crianças jamais devem assistir sozinhas aos telejornais. Portanto, nada de deixar a TV ligada na sala e ir para a cozinha ou para o quarto. Um adulto deve estar sempre ao lado dos pequenos para ajudá-los a entender aquilo que veem. Cabe aos pais, por exemplo, explicar que aquela notícia ruim é uma realidade, mas que não necessariamente seus filhos passarão por uma situação assim. E que cuidados existem e precisam ser tomados para evitar os riscos de que aconteçam perto da gente.

Especialistas destacam que o fundamental é que a conversa sobre notícia ruim seja sempre bem direta e de fácil entendimento pelas crianças, adequada à faixa de idade de cada uma. Além de falar, o adulto deve estar sempre aberto a ouvir, responder às dúvidas e inquietudes que esses temas mais pesados provocam. Esse diálogo, a partir do noticiário de TV, vai permitir avaliar o quanto seus filhos estão recebendo de informação sobre o tema fora de casa ou por outras vias nem sempre confiáveis. Além de ajudar você a perceber o quanto eles estão preparados ou não para continuar assistindo aos telejornais, ou se é recomendado reduzir a intensidade da exposição. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *