FIQUE LIGADO

BLOG

Criança x fone de ouvido: cuidado com o volume!

Calesita Brinquedos / 13 de abril de 2021

 

Sempre mais ligadas e sintonizadas em aparelhos eletrônicos e na tecnologia, as crianças adoram um objeto comum no dia a dia de todos nós: o fone de ouvido. Seja para acompanhar um desenho, um filme ou até mesmo a trilha sonora dos joguinhos digitais, o fone de ouvido prende a atenção da garotada, porém deve ser visto com muito cuidado e atenção pelos adultos. Sabe por quê?

O alto volume é extremamente prejudicial para a saúde auditiva dos pequenos. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), 1,1 bilhão de jovens correm o risco de perder a audição nos próximos 40 anos, por conta do consumo exacerbado de aparelhos de reprodução de música.

De acordo com Brian Fligor, Ph.D. e audiologista pediátrico em Boston, nos EUA, sem medidas de segurança adequadas, as crianças podem sofrer perda auditiva, dificuldades de comunicação e sintomas angustiantes de zumbido, plenitude auditiva, sensibilidade e dor. Para não correr riscos, separamos algumas dicas valiosas para manter a saúde auditiva dos seus filhos. Veja abaixo!

Fones próprios para crianças

 

Existem no mercado modelos de fones de ouvido próprios para crianças. São anatômicos, confortáveis e possuem o mais importante: regulagem de volume, não ultrapassando o limite considerado saudável para a exposição de mais de 1 hora de ruídos (70 decibéis).

 

Controle o tempo de uso

Fique de olho no tempo em que seu filho vai usar o fone. Não é recomendado que uma criança passe mais de 3 horas por dia em frente à tela do computador, do celular ou da TV, nem fazendo uso do fone de ouvido.

Cuidado com o volume

Atente-se ao volume do aparelho.  Se a criança está acompanhando um vídeo no Youtube, por exemplo, e uma propaganda aparecer ou mudar para outro vídeo da sequência, o volume pode ser alterado. Não adianta, assim, manter o volume dos fones no mínimo e do aparelho no máximo.

Aproveite momentos de silêncio

O silêncio é sagrado! Experimente desligar o volume dos jogos em alguns momentos, especialmente nas últimas horas do dia. Isso vai auxiliar a acalmar a criança e ela vai começar a se interessar por essa sensação, diminuindo a intensidade dos ruídos. E até dormindo melhor.

Atenção aos sinais e sintomas

É importante ficar atento aos sinais. Caso a criança comece a repetir com frequência “o quê?”, em tom de dúvida sobre a frase dita por alguém, pode significar que a audição está já esteja demostrando falhas. Quando esse hábito é notado, um médico especialista deve ser consultado.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *