FIQUE LIGADO

BLOG

Bruxismo Infantil: o que é e, como identificar, cuidar e tratar das crianças

Calesita Brinquedos / 12 de agosto de 2021

Você já notou seu filho rangendo ou apertando os dentes enquanto brinca ou dorme? Esses podem ser de bruxismo infantil. Essa situação pode afetar a qualidade de vida da criança e causar danos para a saúde bucal. Pensando nisso, trouxemos algumas dicas para você entender um pouco mais sobre o problema e saber enfrentar o bruxismo infantil. Vamos lá?

O que é o bruxismo?

O bruxismo é o hábito de ranger ou apertar os dentes involuntariamente e pode ser causado por vários motivos, desde fatores genéticos e físicos a questões psicológicas, como excesso de nervosismo, irritação e ansiedade. As consequências desse distúrbio podem ser desgaste dentário, lesões na região da gengiva, conhecidas também como lesões periodontais, dores musculares e problemas nas articulações.

Em qual idade o bruxismo infantil é mais comum?

O bruxismo não tem idade certa para surgir, mas é muito mais comum em crianças de até 6 anos de idade, principalmente porque os dentes estão se acomodando na arcada, que ainda está em fase de desenvolvimento. 


Quais são os sintomas que uma criança pode apresentar?

Na maior parte das vezes, dores de cabeça e na mandíbula são os sintomas mais comuns do bruxismo infantil.  Mas com o tempo outros sintomas podem se manifestar, dentre eles: 

  • Dores no maxilar e pescoço
  • Dificuldade para abrir a boca
  • Dor de ouvido
  • Zumbido nos ouvidos
  • Interrupções do sono
  • Sangramento de gengiva
  • Mastigação travada.


Como é identificar o bruxismo em crianças? 

Identificar um quadro de bruxismo infantil não é muito difícil. De forma geral, o primeiro diagnóstico parte da ocorrência dos primeiros sintomas, como dores de cabeça e desgate nos dentes. Mas é importante procurar o atendimento do pediatra ou de um dentista que pode solicitar alguns exames complementares, como raio X e polissonografia, que auxiliam na detecção do distúrbio e na escolha do tratamento adequado para cada caso.

Como tratar o bruxismo infantil?

Se você chegou aqui e acha que seu filho pode estar com bruxismo, saiba que há como tratar! Embora não haja cura total para pessoas com esse distúrbio, existem tratamentos que ajudam na amenização dos sintomas.  Identificar as causas do problema em cada criança é o primeiro passo. Após esse diagnóstico, são determinados quais os tratamentos serão utilizados. Atualmente, os métodos multidisciplinares, como terapias e ferramentas odontológicas, como placas nos dentes, são os mais aplicados.

 

Que cuidados posso tomar para evitar o bruxismo?

O bruxismo infantil normalmente está relacionado a cenários bem específicos e que são identificados por um profissional especializado. Mas há alguns cuidados que você pode inserir na rotina da criança para prevenir ou amenizar o distúrbio, como por exemplo: dormir oito horas por dia e ter uma boa noite de sono, inserir exercícios físicos na rotina da criança, evitar o hábito de  mascar chicletes em excesso, não morder objetos mais firmes, como pontas de canetas ou brinquedos, utilizar técnicas de relaxamento, como a respiração, evitar  o estresse no dia a dia e procurar ajuda terapêutica para identificar a causa das emoções e ajudar no comportamento e desenvolvimento da criança.

Por fim, é bom lembrar que na maior parte das vezes, as crianças não conseguem identificar por si um possível quadro de bruxismo. Por isso, você deve estar sempre atenta e ao notar qualquer manifestação diferente do seu filho ao mastigar ou em momentos do dia que estejam relacionados aos dentes, procurar logo a ajuda de um profissional.

Ah! Não deixe de realizar visitas periódicas ao dentista, que também são muito importantes para acompanhar a saúde bucal da criança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *