FIQUE LIGADO

BLOG

Ler faz bem: 6 dicas para estimular o hábito da leitura nas crianças

Raffcom Agência / 2 de maio de 2022

O hábito da leitura é extremamente saudável. Através dos livros, as crianças conhecem um mundo diferente, viajam, se aventuram, se emocionam com histórias e personagens. Além de tudo isso, começar a ler desde cedo pode ter grande influência no aprendizado e na formação da personalidade de nossos pequenos.

Sim! A leitura estimula a criatividade, ajuda a organizar o pensamento, enriquece o vocabulário e desenvolve o senso crítico. Mas sempre nos deparamos com uma questão que às vezes parece um obstáculo intransponível: como incentivar nossos filhos a ler em um mundo cada vez mais tecnológico, visual e digital?

Quer uma ajudinha? Nós fomos ouvir especialistas e trouxemos aqui 6 dicas que vão contribuir para fazer do seu filho um pequeno leitor. E tudo muito simples de ser feito, basta ter vontade e dedicar um pouquinho de tempo

Leia para quem ainda não lê

Mesmo que a criança ainda não saiba ler, nada impede que ela já adquira uma certa intimidade com os livros. Existem livros que são próprios para essa idade, pré-alfabetização, como aqueles feitos de plástico que podem ser usados até durante o banho ou os livros com sonoridade, texturas diversas e muitas imagens coloridas. Todos são adequados para essa faixa de idade e podem ser um ótimo começo para desenvolver o hábito da leitura, já que prendem a atenção e despertam a curiosidade, além de proporcionarem um contato manual que será muito importante no futuro.

Crie um momento de leitura na rotina diária

Nada mais gostoso do que trabalhar em família o hábito de leitura. Reserve um momento do dia para que todos juntos leiam uma história. Se o seu filho ainda não foi alfabetizado, conte para ele, interprete o que lê, seja interativo questionando o pequeno sobre os próximos passos dos personagens. Pode ter certeza de que isso será uma experiência das mais agradáveis em que até os mais velhos vão se envolver. Mas uma coisa é muito importante:  desliguem a TV e os aparelhos eletrônicos para evitar distrações. Nada de ficar respondendo mensagem no celular, tá certo?

Reserve um cantinho só para leitura

Na medida em que a criança cresce e se interessa pela leitura, é importante ter um ambiente adequado para que ela possa desfrutar com tranquilidade de tudo o que os livros oferecem. Uma cadeira ou um puff confortável, boa iluminação, uma estante em que ela possa colocar seus títulos favoritos compõem bem esse ambiente. Aliás, um detalhe importante: escolha móveis acessíveis à altura de cada um para que os pequenos possam escolher o que ler de forma independente.

Estimule o contato com os livros

Passeios de fim de semana também são uma ótima oportunidade para estimular o hábito de leitura. Inclua na sua programação visitas a livrarias e bibliotecas com as crianças. Normalmente, nesses locais, há espaços dedicados à literatura infantil, onde um pouco de barulho e falação é perfeitamente tolerável. Frequentar feiras do livro é uma outra boa opção. Nelas a criança poderá conversar com autores, ouvir contações de história e até participar de brincadeiras lúdicas inspiradas nos livros infantis.  Vai dizer que você também não vai aproveitar esses programinhas?

Não brigue com a tecnologia

Se você acha que o celular e o tablet são inimigos ferozes do hábito de leitura, não seja assim tão radical. Essas ferramentas tecnológicas presentes no dia a dia dos pequenos quase que desde o nascimento, também podem ser uma forma positiva de incentivar a leitura. Quer uma ideia?  Crie uma biblioteca de ebooks no tablet do seu filho. Há uma grande variedade de títulos infantis e adolescentes nas livrarias virtuais.  E o que é melhor: muitas dessas publicações incluem atividades lúdicas, complementares à história, o que vai ampliar ainda mais a relação das crianças com a leitura.

Gosto não se discute!

Por fim, uma última dica. O papel do papai e da mamãe é mostrar aos filhos o mundo dos livros. Mas é preciso lembrar sempre de que as crianças precisam, desde cedo, desenvolver seu próprio gosto e sua capacidade de decidir o que querem.  Portanto, nada de tentar impor seus gostos pessoais. Ao contrário, dê ao seu filho aquilo que ele gosta de ler. O que não significa não possa oferecer vez por outra alguma coisa de um gênero diferente. Cuidado apenas com a recomendação da idade. Há títulos adequados para cada faixa etária.

Viu como o hábito de leitura pode proporcionar bons momentos na vida da família? Então não espere, embarque nessa viagem e descubra o mundo junto com seus filhos através dos livros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.