FIQUE LIGADO

BLOG

Coronavírus: cuidados com os idosos e dicas para não ficar doente

Calesita / 18 de março de 2020

É difícil resistir à tentação daquele abraço apertado, daquele beijinho doce. Mas, às vezes, o maior gesto de carinho é manter uma distância do vovô e da vovó. Sim, todo o cuidado é pouco, nesses tempos de coronavirus. O Ministério da Saúde é bem claro, não há motivos para pânico. Mas quanto mais a gente se prevenir, seguindo as recomendações dos especialistas em saúde, menos a doença irá se propagar e mais rapidamente poderemos voltar a levar a vida normalmente.

A tecnologia pode ser uma aliada nessas horas. O vovô e a vovó vão adorar falar com o netinho pelo celular, nas vídeo-chamadas, ou mesmo através do Skype e outros aplicativos de conversação. As pessoas idosas, acima de 60 anos, são as maiores vítimas dessa epidemia, integram o grupo de risco. As crianças, por outro lado, geralmente não demonstram os sintomas como tosse, coriza, dor de cabeça e febre. Mas elas podem ter o vírus, apesar da aparente normalidade, tornando-se transmissoras da doença. Por isso a necessidade de evitar-se o contato com os mais velhos, mesmo dentro de casa.

Nem sempre essa é uma situação fácil de resolver. Em alguns estados, as aulas nas escolas públicas e privadas já foram suspensas, obrigando as famílias a se adaptarem a uma nova realidade – e para muitas delas, deixar as crianças com o vovô e a vovó era sempre a melhor opção. Mas isso deve ser evitado agora. Se o papai e a mamães estiverem em home-office, uma prática adotada por muitas empresas, o problema está resolvido. Do contrário, vamos buscar soluções alternativas, como fazer um rodízio entre vizinhos, por exemplo, para que cada um cuide das crianças num determinado período.

Mas não é só com os mais idosos que temos de tomar cuidado. É importante seguir todas as determinações das autoridades para enfrentar a pandemia. Converse com as crianças, explique para elas de uma forma simples e direta o que é preciso fazer. Siga essas dicas, compartilhe com os amigos e os parentes. Se cada um de nós fizer a sua parte, nós vamos vencer essa batalha.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *