O que é sexagem fetal?

27 de novembro de 2019 -

Um ultrassom é o método mais tradicional para descobrir o sexo do bebê, podendo ser feito a partir da 15ª semana de gestação – com menores chances de erros. Mas, quem quer uma resposta mais rápida, pode optar pela sexagem fetal, um exame de sangue feito a partir da 8ª semana da gravidez. Além do menor tempo de espera para descobrir o sexo, o exame de sangue apresenta um resultado com precisão de aproximadamente 99%.

Sexagem fetal: como é feito?

A sexagem fetal é feita por meio de um exame de sangue, semelhante à um hemograma. A mulher não precisa estar de jejum, nem é preciso ter pedido médico em mãos ou realizar algum preparo prévio.

O exame de sexagem identifica o sexo por frações de DNA do bebê. Caso haja a presença do cromossomo Y, exclusivo do sexo masculino, o bebê é um menino. Se não houver presença do cromossomo Y, então é menina.

Com quantas semanas é possível saber o sexo do bebê com a sexagem fetal?

O exame pode ser feito a partir da oitava semana de gravidez, contando a partir da data da última menstruação. A partir dessa data, a taxa de assertividade do exame é de 99,9%.

O exame traz algum risco para a mãe ou bebê?

A sexagem fetal não traz riscos a mãe ou ao bebê. Por ser apenas uma coleta de sangue, o exame é completamente seguro.

Quanto custa a sexagem fetal?

Por ser um exame opcional, a sexagem fetal não é oferecida no Sistema Único de Saúde (SUS) e nem coberto por planos de saúde. O preço do exame varia de acordo com o laboratório – e da cidade onde vive a mamãe – podendo custar de R$ 180 a R$ 850 reais, de acordo com a região. Mas lembre-se que o mais importante é escolher um laboratório de confiança.

 

Calesita A Calesita Brinquedos conta com uma equipe de assessoria que também colabora na produção de conteúdo exclusivo para o website “Estar Presente”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *