FIQUE LIGADO

BLOG

Vamos falar de preconceito? Livros para abordar o tema com crianças.

Raffcom Agência / 10 de março de 2022

Conversar desde cedo com os filhos sobre a importância de respeitar as diferenças entre as pessoas é muito importante. Durante a infância, acontecem as primeiras descobertas, opiniões começam a se formar e serão levados para o resto da vida. Portanto é fundamental que o pequeno tenha boas referências para se tornar um adulto melhor.  Pode ser um grande desafio colocar em pauta questões mais sérias de um jeito esclarecedor, que seja leve para que as crianças compreendam a mensagem. Por isso, trouxemos algumas dicas de livros que abordam temas importantes como racismo, empoderamento feminino, respeito às pessoas com deficiência e outras formas de inclusão de um jeito lúdico e numa linguagem adequada aos pequenos. Confira:

Daniel no Mundo do Silêncio (Walcyr Carrasco)

Daniel no Mundo do Silêncio (Walcyr Carrasco) - livros para crianças

 

Quando Daniel perde a audição, aos 7 anos, ele precisa aprender a se comunicar de outra maneira: com as mãos. Mas nem todos entendem a língua de sinais. Ao ingressar na escola regular, o menino não consegue acompanhar as aulas e acaba excluído pelos colegas.

 

O cabelo de Lelê (Valeria Belém)

O cabelo de Lelê (Valeria Belém) - livros para crianças

 

Lelê não gosta do que vê. “De onde vêm tantos cachinhos?” – ela vive a se perguntar. E essa resposta ela encontra num livro, em que descobre sua história e a beleza da herança africana.

 

 

Tudo bem ser diferente (Todd Parr)

Tudo bem ser diferente (Todd Parr) livros para crianças

 

Esse livro trabalha as diferenças de cada um de maneira divertida, simples e completa, alcançado o universo infantil e abordando assuntos que muitas vezes deixam os adultos de cabelos em pé, como adoção, separação de pais, deficiência física, preconceito racial, entre outros.

 

Frida Kahlo para meninas e meninos (Nadia Fink) 

Frida Kahlo para meninas e meninos (Nadia Fink) - livros para crianças   O livro se aventura a conhecer um pouco sobre grandes mulheres e homens da história e aponta Frida Kahlo como a primeira antiprincesa (ou princesa asteca, talvez). Uma mulher que mostrou o corpo embora fosse manca, que pintou em uma tela os momentos mais tristes e mais felizes de sua vida, que, apesar de todos os seus sofrimentos físicos, procurou a arte, a alegria e lutou pelo bem do mundo não só para ela, mas também para muitas outras pessoas.

 

Coisa de Menina (Pri Ferrari)

Coisa de Menina (Pri Ferrari) - livros para crianças

Durante a infância, é comum as crianças ouvirem que “isso não é para menino”, ou “isso não é para menina”. Este livro pretende romper justamente com essa ideia. Afinal, não há uma regra a ser seguida, e este é o melhor momento para as meninas descobrirem que o mundo e que tudo pertence a elas. É recomendado para crianças a partir de 3 anos.

 

Além apresentar livros sobre o tema, é muito importante conversar e dar o exemplo aos pequenos! Que tal aprender um pouco mais sobre isso? Acesse nosso conteúdo sobre “Educar pelo exemplo” clicando aqui. E vamos todos juntos derrotar o preconceito!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.