Especial Dia das Crianças: o que aprendi depois da maternidade

05 de outubro de 2018 -

A descoberta da gravidez foi um verdadeiro divisor de águas na minha vida. Tudo mudou e eu conheci um amor totalmente diferente. Eu até achava que sabia o que era o amor antes de ser mãe, pois amo muitas pessoas: amo meus pais, meu marido, meus irmãos, meus amigos…

Mas a maternidade me trouxe a descoberta de um amor sem limites, que não se explica com palavras e nem com músicas. Mas que transborda a cada nova conquista, a cada abraço apertado, a cada sorriso e a cada desenvolvimento. Um tipo de amor que só as mães são capazes de entender, pois só é possível sentir, e não explicar.

Com ela aprendi também que todos os minutos são importantes e que os filhos crescem rápido demais. Parece clichê, mas é a mais pura verdade. Um dia estamos com eles no colo dando “mamá” e sofrendo com as cólicas. No outro já estamos levando os filhos na escolinha, nas festinhas dos amigos e vivendo momentos de autonomia, como: fazer as tarefas da escola, escovar os dentes e tomar banho sozinhos.

Sou aquela mãe que vive intensamente a maternidade e não é pelo fato de trabalhar fora que não sou uma mãe em tempo integral. Aliás, como não ser uma mãe em tempo integral se toda a nossa vida é em torno deles, certo?

Estar no momento presente com ele é o que importa. E a cada momento que vivenciamos juntos percebo um sentimento recíproco, e é alí que está a felicidade. Estar com ele nos momentos mais simples e fazer coisas extraordinárias. E para você, qual foi o maior aprendizado depois da maternidade?

Marcadores
  • dia das crianças
  • genis borges
  • maternidade
Genis Borges Sou mãe, professora, psicopedagoga e blogueira (Meu Mundo Materno) de coração há 8 anos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *