mae-e-filho

Slow Parenting (Pais sem Pressa)

11 de julho de 2018 -

No meu perfil das redes sociais eu sempre destaco que acredito na proposta “Slow Parenting” e muitas pessoas me perguntam o que é isso. A proposta “Slow Parenting” significa em português “Pais sem Pressa”, ou seja, respeitar o tempo da criança, encontrar um equilíbrio entre as atividades e desacelerar a rotina da família para desacelerar a dos filhos.

Hoje em dia há uma busca constante para que nossos filhos sejam adultos “bem-sucedidos” e, com isso, os pais, numa tentativa de acertar, superlotam a rotina dos pequenos com diversas atividades extras, sendo que brincar, conversar, cantar e deixar a criança livre para suas próprias construções faz com que ela desenvolva suas emoções e cognição sem pressão, no tempo que lhe é devido, sem antecipar as fases de seu desenvolvimento.

Essa é basicamente a proposta “Slow Parenting”. Quer adotá-la em sua família? Então, vamos refletir sobre alguns princípios para que a proposta funcione de fato. Ter tempo de qualidade com os filhos é primordial: se você trabalha o dia todo, reserve pelo menos 40 minutos do seu dia para ouvir seu filho, desconectando-se do mundo externo e estando totalmente conectado a ele.

Equilibre as atividades extras com a escola: rotina superlotada não é a melhor escolha. José Marcos faz natação e aula de música, duas atividades que ele gosta e que escolhemos por todos os benefícios que trazem à criança, mas sabemos que a melhor escola é a casa da gente. Então, não abrimos mão de participar de tudo, de pertinho, acompanhando-o nas atividades para casa e também nas atividades extras para vivenciar todas as suas conquistas e fracassos. E lembrem-se: nenhuma atividade é mais importante do que estar em família.

Incentive seu filho a fazer novas amizades: estimular seu filho a criar novas amizades faz com que ele crie vínculos de afeto, o que o ajudará no futuro a interagir com as pessoas com mais tranquilidade e ser capaz de resolver conflitos.

Deixe a criança brincar livremente: deixar que o seu filho tenha tempo para brincar com o que gosta com a família, com outras crianças ou sozinho faz com que ele aprenda de forma espontânea. Estabeleça limites e saiba a hora de dizer não. Dar liberdade ao filho não significa deixá-lo fazer o que quiser. Pelo contrário, dar limites também é uma forma de amor. O equilíbrio entre o sim e o não ajuda a criança a descobrir o que é certo e o que é errado. São dicas tão simples, mas que fazem total diferença na vida dos nossos filhos.

Genis Borges Sou mãe, professora, psicopedagoga e blogueira (Meu Mundo Materno) de coração há 8 anos.

7 comentários sobre “Slow Parenting (Pais sem Pressa)”

  1. Também opto por esta linha de criação. Acredito que a pessoa já terá a vida inteira para “correr” e se entupir de obrigações e atividades, enquanto criança tem que aproveitar para brincar e até nadizar kkkk. Ótimo texto!!!!!

  2. Amei o texto com dicas importantes para os pais… Desacelerar é importante no dia a dia, para não cair no automático.
    Filhos são tesouros preciosos que precisam do nosso carinho, amor r cuidados…
    Bjs
    Ju

  3. Super importante falar sobre esse assunto, eu sinceramente acho que a sociedade como um todo pressiona para que as crianças cada vez cresçam mais rápido e eu acho errado, criança precisa ser criança, tem que ter tempo para se descobrir e brincar.
    bjs,
    Alê

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *