Métodos de educação: Waldorf, Homeschool, Militar, não importa o método. O que importa é ter carinho e tempo juntos

01 de novembro de 2018 -

Temos uma grande preocupação em escolher uma boa escola para nossos filhos e essa escolha inclui não só a estrutura física da escola, a segurança e a limpeza, mas a escolha da metodologia que a escola utiliza e que seja de sua credibilidade.

Hoje em dia temos fácil acesso aos métodos de educação e muito se fala da metodologia Waldorf. Esse método procura integrar de maneira holística o desenvolvimento físico, espiritual, intelectual e artístico dos alunos. Da mesma forma, também ouvimos e lemos a todo o momento sobre a proposta Homeschool, onde o aprendizado escolar acontece dentro de casa, sem a necessidade de matricular os filhos em uma escola de ensino regular.

Dentre as diversas pesquisas, alguns pais optam por uma escola tradicional, onde a proposta privilegia o conteúdo. Enquanto outros optam por uma escola construtivista, onde a criança é o centro do processo e são estimulados a serem ativos, experimentando, refletindo e discutindo o conteúdo a ser aprendido.

Posso citar várias propostas de ensino por aqui e explicar os prós e contras de cada uma, mas já parou pra pensar que muito além do tempo escolar e de todo aprendizado adquirido na escola que seu filho venha ter, o mais importante é ter carinho e tempo junto com ele?

Eu me lembro das brincadeiras de pique com os primos, o cheirinho gostoso do almoço de domingo, do perfume da minha avó e das férias na casa da minha madrinha. Foram momentos inesquecíveis! Sobre as escolas que estudei eu me lembro também, mas o que mais significou de fato pra mim, foram os momentos vividos em família. E essa memória, ninguém apaga!

Sem dúvida as melhores memórias da infância são baseadas nos momentos que vivenciamos a partir das brincadeiras. Por isso, relacionei algumas ideias, dentro de cada faixa etária, de brincadeiras que vocês podem fazer com seus filhos e que serão lindas memórias para toda a vida!

 

De 0 a 1 ano:

Brincar no chão com bolas.

Escutar e cantar músicas.

Brincar com água, mangueira ou piscina.

Ler historinhas.

 

De 2 a 3 anos:

Desenhar, pintar, recortar e colar.

Brincar de pique.

Dançar.

Brincar com massinha de modelar.

 

De 4 a 6 anos:

Pracinha.

Amarelinha.

Bambolê.

Estátua.

Mímica.

 

Acima de 7 anos:

Cabra-cega.

Malabarismo.

Caça ao tesouro.

Pipa.

Jogos com bola.

 

Uma atividade que José Marcos gosta muito de participar também é fazer algo na cozinha comigo. Já fizemos dezenas de vezes bolo, pizza, pastel, gelatina e com o auxílio de um adulto, este tipo de atividade é muito prazerosa e divertida.

Então, a minha proposta é que tenhamos um tempo de carinho e diversão todos os dias com nossos filhos. A escolha da escola é importante sim, mas o tempo investido com qualidade na vida deles é mais importante ainda!

Se você gostou desse texto, então veja também o que eu escrevi sobre maternidade clicando aqui.

Genis Borges Sou mãe, professora, psicopedagoga e blogueira (Meu Mundo Materno) de coração há 8 anos.

3 comentários sobre “Métodos de educação: Waldorf, Homeschool, Militar, não importa o método. O que importa é ter carinho e tempo juntos”

  1. Estar em família realmente é o que mais importa. É a escola estar alinha com os valores e princípios da família também. Eu me lembro muito dos nomentos em família e da escola também. Na verdade, os meus melhores momentos na escola foram vividos no pátio. Beijos
    Chris

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *